“The risks of this exhaust would be bad enough if they simply suppressed frankness, muted our freedom to express ourselves and provided a terrifying capability for authoritarian states to co-opt. But the problem is, the playing field isn’t level. There are two groups that float on, unconcerned by the death of ambient privacy.

The first are the angels: those whose innermost thoughts are already safely expressible, who never need to talk behind someone’s back because what they want to say is acceptable to deliver to their face, and who cannot have a throwaway comment come back to bite them because every comment is perfectly thought-out and expressed first time round.

Such people do not exist.

The second group are those who dismiss the very idea of consistency, who elevate rudeness to a virtue and undermine the entire concept of a shared reality. If you build your reputation on consistency and honesty, then a single hypocrisy can be ruining. If you get elected as an MP after you have already been fired from a newspaper for making up – sorry, “ sandpapering ” – quotes, then, well, you can get away with writing pretty much anything. You could even put it on the side of a bus, couldn’t you, Boris Johnson?

Similarly, it is the height of unambassadorial behaviour to call someone inept behind their back. But if, like Nigel Farage, you make a habit of telling your negotiating partners to their faces that they have “all the charisma of a damp rag and the appearance of a low-grade bank clerk”, how could a leaked letter possibly hurt you? You might even suggest yourself as a successor to the clearly hopelessly biased civil servant. You, of course, are unimpeachable: your reputation for plain speaking is all the proof anyone needs. And for even more plain speaking, your fans can hear you on the radio five days a week!”

Ecologia Digital
#Privacy is being violated—#ambientprivacy:”our everyday interactions with one another must remain outside the reach of #monitoring, and the small details of our daily lives should pass by #unremembered…
Not every #conversation needs to be a #deposition.”
https://t.co/pcHchPJO78
tweet

Forwarded from baixacultura
Um estudo inédito da pesquisadora Débora Machado, da Universidade Federal do ABC (UFABC), revela que o uso de informações pessoais no Facebook pode ir além do que alguns inaginam. A empresa de Zuckerberg tem tecnologias suficientes para saber o que estamos sentindo em cada momento que logamos na plataforma. E mais: a partir disso, pode moldar as nossas emoções em benefício próprio.

A pesquisadora buscou patentes e pedidos de patente registrados pela Facebook Inc. nos Estados Unidos entre 2014 e 2018, encontrando quase 4.000. Entre elas, refinou a pesquisa para aquelas que só diziam respeito à rede social e depois selecionou 39 com potencial de modulação do comportamento do usuário. Destas, cerca de 15% tinham a análise de emoções como parte fundamental do funcionamento – vale lembrar que nem todas se tornaram patentes de fato. “Por mais que aquela tecnologia não esteja sendo utilizada, ou não vá ser utilizada, aquele é um conhecimento que a empresa adquiriu”, explica Débora.

Na Agência Pública:https://apublica.org/2019/07/como-o-facebook-esta-patenteando-as-suas-emocoes/?amp&__twitter_impression=true

Forwarded from direitosnarede
📢URGENTE: Coalizão Direitos na Rede repudia os 9 vetos de Bolsonaro à lei que cria Autoridade Nacional de Proteção de Dados.

As mudanças feitas pelo presidente da República, publicadas ontem (9/7) no Diário Oficial da União, desrespeitam acordos firmados no processo legislativo e fragiliza entidade guardiã de dados pessoais, que tem previsão para entrar em funcionamento em agosto de 2020.

O Congresso Nacional ainda tem a possibilidade de derrubar os vetos da Presidência da República e evitar essa grave regressão de direitos.

A Coalizão Direitos na Rede reforça seu compromisso com os cidadãos brasileiros e espera novamente uma posição de firmeza dos parlamentares pela reconstrução do texto aprovado na MP 869/2018, de modo a resguardar os dados pessoais de toda a população.

Confira o que muda na construção do órgão e o posicionamento de entidades que integram a CDR:

https://medium.com/@cdr_br/coaliz%C3%A3o-direitos-na-rede-repudia-os-9-vetos-de-bolsonaro-%C3%A0-lei-que-cria-a-autoridade-nacional-de-ee536f6baeb

Fiz a conta de quanto serei roubado (espoliado) com a nova previdência. No meu caso, que não é dos piores, serão mais 4,5 anos de contribuição. Isso vai dar mais 54 mil em contribuições (pelo valor de hoje). Mais 324 mil reais que deixarei de receber pelos anos até conseguir o benefício. Deu por volta de 378 mil. Sugiro que façam a mesma conta, é chocante demais

Forwarded from trepamuleke
Aquela lufada de liberdade que só a tosqueragem trepamolekística pode trazer. Pura balbúrdia numa noite de inverno, o Trepa está de volta mandando um Anthrax, I am the law, juiz Dredd, juiz Moro, tudo junto, tudo igual. Prende o Moro, solta o Lula, seria a coisa mais razoável a fazer dado o cenário revelado pelo Intercept, concluem as vozes deste programa. E montam um plano infalível, esquerdismo no último grau, invadir os consultórios médicos desse Brasil e plantar ali a nova voz do comunismo, a revista Veja. Debatemos as guinadas editoriais do bastião do conservadorismo brasileiro, que agora dá em primeira mão os vazamentos todos. Falamos também do relevantíssimo papel do Senado, e do legislativo em geral, ao colocar um pouco de freio no atropelo que nos faz tão insanos ao ponto de acharmos o Itamar Franco um sujeito que sabe se vestir de forma apropriada para ir ao trabalho. Tentamos colocar umas teorias sobre a origem do vazamento, mas de alguma forma a coisa foi parar numa controvérsia informativa sobre a cultura hacker, tudo para colocar a culpa no carinha de TI do MPF mesmo. Como o Trepa não foge de polêmica, e é um programa que preza a diversidade de opiniões, se permite ir até as bordas da sanidade para ver alguma lógica no que o Bozo disse sobre as florestas da Europa. Inimigo do meu inimigo é meu amigo? Mergulhamos nesse falso dilema tão profundamente que soltamos até fogos de 4 de julho. No futuro, compraremos Caramuru com facecoins, o bitcoin do Facebook, que o Zuckerberg resolveu chamar de Libra. Inovando como sempre, terminamos o programa dando algumas (des)dicas culturais. http://trepamuleke.com/podcast/trepa-muleke-58/

David Golumbia
RT @jathansadowski: This is a massive fucking scandal. Truly horrendous. And Amazon backpedaling is so disingenuous. “Oh, uhh, how were we supposed to know the police would use these donated devices in an extremely predictable way?” https://t.co/VcQg9r6YD0
tweet

bem equilibrada e informativa essa resenha do platform capitalism (um livro que traz uma tipologia útil, mas bem pouco denso teoricamente): https://marxandphilosophy.org.uk/reviews/14669_platform-capitalism-review-by-bruce-robinson/