A democracia, que já não era lá essas coisas, acabou em 2016. A eleição sem Lula, já se provou, foi fraude. E ainda foi cheia de ilegalidades para além de sua ausência. A gente tem repetido essas coisas mas parece não incorporar de verdade na equação e nas nossas expectativas.